20060516

Auditoria boliviana pode não indenizar Petrobrás

Evo Morales, presidente da Bolívia, após baixar guarda com seus depoimentos provocadores em Cimeira na Áustria, com relação as ações de brasileiros em seu país. O presidente boliviano chegou até a ouvir do presidente Lula, que suas palavras na Aústria foram mais "fumaça do que fogo" propriamente dito. Agora em encontro com líderes do parlamento europeu, Morales afirmou que seu governo não vai indenizar a Petrobras pelos investimentos feitos na Bolívia, mas poderá fazê-lo em relação às instalações da estatal brasileira, na dependência dos resultados de uma auditoria requisitada por ele (Morales) aos seus ministros. Foto Bru Garcia/AFP. Texto by Ton.

Divulgue o seu blog!