20060501

Ex-governador em greve de fome

O jejum não deve ser usado para fazer uma boa impressão nos outros. A Bíblia diz em Mateus 6:17-18 “Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, para não mostrar aos homens que estás jejuando, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.”
Em greve de fome o pré-candidato do PMDB à Presidência, Antony Garotinho afirma que está protestando contra a "campanha mentirosa e sórdida" promovida pela mídia (Organizações Globo e Revista Veja) para desconstruir sua imagem. Garotinho afirma que sofre perseguição da mídia, do sistema financeiro e do governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Disse ainda que suas "posições cristãs e éticas" vêm sendo ridicularizadas, como evangélico."Tudo com um só objetivo: impedir que me torne candidato a presidente da República e rompa com este modelo econômico que, ao longo de anos, tem trazido desemprego, fome e miséria para milhões de brasileiros. Um sistema que vem destruindo a nacionalidade brasileira, humilhando as Forças Armadas, entregando nosso patrimônio à ganância estrangeira e, sobretudo, aviltando nossos valores éticos, morais e de amor ao Brasil", diz Garotinho em um documento divulgado oficialmente em entrevista coletiva no Rio de Janeiro. Segundo a assessoria do ex-governador, a greve de fome só será suspensa com duas condições: primeira, "que seja instituída uma supervisão internacional no processo político-eleitoral brasileiro, assegurando a igualdade de tratamento a todos os candidatos, com acompanhamento de instituições nacionais que tradicionalmente defendem a democracia"; segunda, "que os veículos de comunicação que fazem calúnias cedam o mesmo espaço para que a população possa conhecer a verdade dos fatos". Agora resta saber a quem cabe julgar tais exigências do ex-governador, até parece que a Justiça Eleitoral não tem moral e que a democracia no país está no buraco. Lembrando que o Brasil é referência internacional perante a ONU no quesito sistema eleitoral. Quanto as reclamações sobre a mídia, talvez Garotinho sinta-se perseguido, mas ninguém mais do que o presidente Lula para dizer o que é ser perseguido, - citando aqui o caso do antigo debate dirigido por Carlos Tramontina (TV GLOBO) da década de 90 entre Collor e Lula. Bom o velho ditado sempre diz que quem deve não teme!!! Então porque da tal greve nobre Garotinho? Lembre-se o que diz as escrituras ao qual o sr. prega aos seus fiéis irmãos de fé. A mídia está fazendo o seu papel, desvendando fatos e mostrando notícias apuradas, melhor cuidar-se para a política do jeitinho. by. Ton

Divulgue o seu blog!