20060522

Turbulências em meio ao capitalismo

“A volatilidade, dos mercados financeiros, vista nos últimos dias pode até acalmar um pouco nos próximos dias, mas ela marca o início do retorno das condições de volatilidade normais do mercado após três anos em que ela esteve surpreendentemente ausente”, avalia John Bowler, diretor do serviço de risco soberano da Economist Intelligence Unit, o braço de análises da revista The Economist. O Brasil como país emergente com certeza deverá ser atingido com tais ondas de volatilidade, basta observar os números de hoje da Bolsa de Valores de São Paulo que mostra indicadores ruins; Bovespa - 5,02%, o dólar + 4,66%, com cotação de venda de R$ 2,311. Há tensão nas Bolsas de Nova York, onde o índice Dow Jones registra - 0,51% e a Nasdaq mostra um recuo de 1,20%. Quem paga essas diferenças do mercado financeiro é o trabalhador brasileiro, enquanto que os banqueiros e investidores apenas transitam para outros mercados do primeiro mundo. Basta ao sistema injusto do crédito fácil que vive a custa de juros virtuais. Texto by Ton.

Divulgue o seu blog!