20060619

Vozes que ecoam pelo mundo

Pobres e ricos, pretos, brancos e amarelos, cristãos e mulçumanos, todos os povos unidos ecoando suas vozes pelo mundo de norte a sul, através dos Objetivos para o Desenvolvimento do Milênio (MDGs) sugerido pela ONU. Tais MDGs tem como fator prioritário até o ano de 2015 a busca pela eradicação da pobreza, educação universal, acesso aos alimentos, igualdade de renda, política ética e não corrupção entre governos, redução da mortalidade infantil, melhoria nos cuidados para com a saúde materna, e luta contínua contra a propagação de HIV/AIDS, além de auxílio ao desenvolvimento sustentável. De acordo com o secretário geral Kofi Annan, "esta é uma campanha em que todos os povos - novos e velhos, ricos e pobres, mulheres e os homens - têm um papel a jogar." Governos, ONGs e agentes da sociedade civil de todo o mundo podem colaborar para com os MDGs, segundo as Nações Unidas seus estados membros ajustaram o ano de 2015 como um alvo para se conseguir a maioria dos MDGs, como marco regulatório deverão usar dados de 1990 e com uma revisão detalhada de anos em realização a partir de 2005 como uma marca de nível. Todo processo de relatório nacional dos MDGs e seus mecanismos de gabarito que os governos, a sociedade civil e organizações não governamentais teem monitoramento de informação via representantes da própria ONU. O Brasil possue uma série de ações de desenvolvimento em educação e saúde, (Bolsa Família Federal) mas precisa melhorar muito em relação a corrupção entre os governantes do Legislativo, faça jus o atual panorama político nacional com todo processo de mensaleiros sem final feliz para a população. Sendo que dos 32 parlamentares envolvidos em corrupção (Mensalão) apenas três tiveram seus mandatos cassados. Vale lembrar que os países vizinhos do Brasil também precisam atentar mais para o fator corrupção no governo, entre outros itens citados aqui pelo Desenvolvimento do Milênio. Texto by Ton.

Divulgue o seu blog!