20060719

Caldeirão efervecente

Os ataques de Israel contra o sul do Líbano, em confrontos com o grupo terrorista Hizbollah, já fez vítimas brasileiras. Mais de 300 pessoas tiveram suas vidas tiradas, das quais sete são de brasileiros que viviam na região que está sob forte ataque do exército de Israel. Mesmo com os esforços da ONU (Organização das Nações Unidas) e da comunidade internacional para pôr fim à violência, nem Israel nem o Hizbollah sinalizam a interrupção de seus ataques. O acordo entre Israel e os Estados Unidos está em pleno vigor, enquanto Bush apoia as ações de Israel contra o terrorismo na Palestina e Líbano, Israel apoiará o presidente americano em possíveis ações militares contra a Síria e Iran. E o caldeirão do Oriente Médio volta a ferver. Texto by Ton.

Divulgue o seu blog!