20060713

O regresso do horror no estado...

"Alerta geral para a iminência de novos ataques" foi o que os policiais ouviram pelos rádios das polícias Civil e Militar em todas as bases operacionais de São Paulo. - Contabilizando os ataques iniciados em 12 de maio, a nova onda de ações (11 de julho) deixou o seguinte saldo: num total de 373 atentados, 42 membros das forças de segurança do Estado e quatro civis foram assassinados, enquanto 92 pessoas acusadas de ligação com as ações da facção foram mortas pelas polícias. A nova ordem da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) para retomar a onda de ataques no Estado de São Paulo, não foi evitada pelas forças de segurança do Estado, mesmo a polícia grampeando telefonemas de chefes da facção criminosa não conseguiu evitar a ação dos criminosos na capital, interior e litoral de São Paulo, ao aqual foram registrados: oito assassinatos, mais de 100 ônibus incendiados, 12 agências bancárias, dois supermercados, uma concessionária de carros e uma loja de eletrodomésticos atacados. Fonte: Agência de Notícias. Texto by Ton.

Divulgue o seu blog!