20060816

Alemanha em Israel, após fim do conflito no Líbano

Após o cessar fogo de Israel contra o sul do Líbano, - guerra contagiada por ações de grupos radicais *Hezbollah* que (conforme já relatado aqui nesse Blog no mês de junho) iniciaram uma onda de sequestros contra militares de Israel - , o jornal inglês The Times traz uma matéria de página inteira (segunda quinzena de agosto) com a seguinte manchete: "Tropas alemãs podem encarar judeus – como parte de missão de paz". A reportagem trata da possibilidade de a Alemanha enviar soldados para a tropa de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) que deve patrulhar o sul do Líbano. O jornal diz que a Alemanha está prestes a "quebrar um dos mais duradouros tabus do pós-guerra", caso aceite integrar a missão no Líbano. "Lá, eles se arriscarão a entrar em conflito direto com isralenses", afirma o Times. Para o jornal, a decisão do governo alemão "está sendo avaliada como o passo mais delicado da política externa desde que o país foi considerado culpado pelo Holocausto, em 1945", conclui o texto da matéria. By Ton.

Divulgue o seu blog!