20060804

Brasilidade na tela grande

Brasil com toque de mulher - Zuzu Angel (estilista de moda com ascenção internacional nos anos 1970) valorizou a mulher como ser criativo, o que era muito pouco aceito na época. Criar moda não era considerado tarefa feminina. A mulher poderia estar sentada na mesa de costura, mas não era dada a ela a honra de ser uma criadora de moda. Zuzu Angel é considerada pela originalidade de sua proposta, pois fazia uma moda brasileira com materiais brasileiros, com linguagem pessoal, com cores tropicais. Isto foi uma proposta de caráter cultural que se manteve ao longo de seu trabalho. Foi a primeira a usar a renda de casimira. Misturou a renda de algodão com seda pura, usou chita com temas regionalistas e folclóricos. Trouxe também para a moda pedras brasileiras, fragmentos de bambu, de madeira e conchas. Assim ela incorporou em sua moda e sua época a ecologia e a brasilidade. A figura dos anjinhos, crucifixos e dos tanques de guerra foram a metáfora que ela encontrou para simbolizar,em seu trabalho, a história de seu filho, além de representar seu nome: Zuzu Angel. Apesar desta história (seu filho, Stuart Angel, foi um ativista político torturado e morto pela ditadura militar na década de 1970). Baseado nessa história de vida de uma mulher guerreira e brasileira o diretor Sérgio Rezende (Guerra de Canudos) leva às telas a cinebiografia da estilista Zuzu Angel. Com Patrícia Pillar, Daniel de Oliveira, Luana Piovani, Leandra Leal, Alexandre Borges e Paulo Betti. Hoje na tela grande!Texto by Ton.

Divulgue o seu blog!