20060802

"Cacarecos" aos gritos em pleno Mercado...

A publicitária Maria Christina Mendes Caldeira já iniciou sua jornada eleitoral rumo ao Congresso Nacional, como candidata a Deputada Federal pelo Partido Verde (PV) de São Paulo. Sua campanha tem recursos singelos e é diferenciada dos demais candidatos, veja por exemplo, o comitê de Maria Christina será montado em uma unidade móvel que deve circular pela ruas da capital e do interior do estado. Comitê já batizado em Kombitê - veículo adaptado (motor-home estilo safari) para atender aos eleitores na ruas. Segundo a candidata que denunciou o ex-marido na CPI contra a corrupção e o mensalão é possível se eleger de forma limpa e clara com idealismo e respeito ao eleitor. A sua vida política se dará pela bandeira da determinação. Nessa semana, Maria Christina Mendes Caldeira, a candidata verde, apesar de econômica na campanha, ela não economiza palavras para pedir o voto aos eleitores. por onde passa, nas ruas, se apresenta como candidata de atitude contra a corrupção e disposta a mudar o Brasil via ações legislativas junto ao Congresso Nacional. Ao caminhar em campanha pelos corredores do Mercado Municipal de São Paulo, nesse 01 de agosto, Maria Christina se deparou com um "xerife";- correlegionário do Partido Liberal (PL) e do ex-deputado federal Valdemar Costa Neto (PL) que renunciou, 02 de agosto de 2005, ao mandato para não ser cassado, já que havia sido denunciado pela então esposa Mendes Caldeira no esquema do Mensalão-; que procurou ofendê-la em alta voz (gritando) contra sua pessoa, dizendo que " .. o Valdemar é honesto... e por isso vou votar em gente honesta e não em quem é barraqueira." Fica a pergunta, quem é honesto precisa renunciar ao mandato no Congresso? Os senhores deputados que não devem nada a nação costumam abrir mão do seu cargo no legislativo? Deputados e Senadores que renunciam, só o fazem para não serem cassados e para que possam novamente disputar as eleições seguintes a renúncia. A lei do TSE - Tribunal Superior Eleitoral - ainda permite tamanha falta de respeito para com o povo, quem renuncia ao mandato por motivos de possível cassação jamais poderia voltar a disputar uma eleição, nem mesmo para o cargo de síndico do condomínio. Bem, após o fato de revolta e rebeldia (gritos) do "cabo eleitoral" do senhor Costa Neto (PL) pelos corredores do mercadão municipal, a candidata Mendes Caldeira continuou sua caminhada e cumprimentos aos que ali andavam, sempre simpática e com a seguinte frase "você tem candidato ao deputado federal? Vote em mim!!!, assim completava sua abordagem com apertos de mãos e entrega de santinhos com seu número ofcial 4393. Depois do mercadão, o cenário de campanha de Maria Christina Mendes Caldeira foi a rua 25 de Março e suas intermediações, sempre muito bem recebida pelo povo que por ali trabalhavam e andavam. Agora a candidata verde não admite fazer dobradinha com candidatos de perfil clientelista e diz que não aceitará contribuições financeiras de empresas ou grupos econômicos. "Vou fazer campanha sem rabo preso", comenta. "Não aceito ser eleita para ser depois funcionária ou representante de grupos". Ela se define como uma "pessoa de centro" e sem ambições que não sejam as da atividade parlamentar. "Mas é preciso ir à luta para a mudar o País. Não adianta só reclamar". Segundo a candidata, a sua plataforma é ajudar a Câmara a fazer a reforma política. "Defendo o voto distrital, a fidelidade partidária e o fim das emendas parlamentares ao Orçamento". Embora de centro, ela se diz eleitora da candidata do PSol à presidência da República, Heloísa Helena. Conforme relata em entrevista a Revista Carta Capital (02/08/06) e ao Jornal do Comércio de São Paulo (31/07/06). A candidata,Maria Christina Mendes Caldeira, diz que "espero que o povo não vá eleger esses cacarecos de novo.", referência aos nobres senhores deputados envolvidos em situações que vão contra o povo brasileiro e contra a moral e ética da nação. Que o eleitor tenha consciência na escolha do seu candidato ou candidata! É hora e a vez das mulheres brasileiras assumirem a posição de comando, também, no Legislativo e, porque não, talvez amanhã surja candidatas, ao Executivo? O recado está dado, atente para elas, Não vote Nulo, vote "também" Nelas!! Texto by Ton.

Divulgue o seu blog!