20060912

Brasil e China atrás dos royalties...

Pequim - Fórum Econômico Mundial. Para o ministro de Ciência e Tecnologia chinês, Xu Guanhua, a China precisa reforçar a proteção à propriedade intelectual não só por causa das exigências feitas pela Organização Mundial do Comércio (OMC), à qual o país quer se filiar, mas para o seu próprio bem. “Se nós falharmos ao assegurar o respeito à propriedade intelectual, toda essa conversa sobre inovação terá sido em vão”, afirmou Guanhua. A China está voltada para novos investimentos e seu foco atual é ciência e tecnologia, uma vez que quase a totalidade de seus produtos fabricados e comercializados são frutos de tecnologia estrangeira (EUA e Japão), onde cabe o pagamento de royalties. Por exemplo, cerca de 80% dos chips digitais manufaturados no país são de propriedade intelectual estrangeira. O Brasil deveria estar voltado para a mesma direção de foco dos chineses, não apenas ter seu presidente da república a se lamentar em entrevista no Alvorada - ao receber membros do Ministério de Ciência e Tecnologia - que o Brasil poderia ter investido e prestado mais atenção para o apoio as novas tecnologias e seu desenvolvimento. Resta agora a população brasileira ficar de olho se o próximo governante estará de fato atento para com o progresso tecnológico da nação! Inovação tecnológica é mesmo que crescimento da economia. E a China já sacou a qual é seu gargalo de crescimento, sua vez Brasil!!! Texto by Ton.

Divulgue o seu blog!