20060908

Setembro 11 e os dois ocidentes!

Em 2003 o neoconservador e cientista político norte-americano Robert Kagan, apresentou para a mídia européia sua tese sobre "dois Ocidentes", denominada a "poderosa" América do Norte e a "fraca" Europa. Sem consideração pelos seus amigos do Velho Continente, Kagan afirmou, em um tom de desprezo muito popular entre os "neoconservadores", que os europeus se encontravam doravante "fora da história", muito presos aos obsoletos valores "tolerantes" do Estado de Direito. O setembro 11 - assim lembrado pelos americanos - data dos atentados de Nova Iorque e Washington, marca o antes e depois da "revolução imperialista". Revolução esta que inicia uma série de ações da CIA pelo mundo afora com o objetivo de lançar ondas de inteligência contra supostos grupos terroristas. A Comissão Especial de Inquérito do Parlamento Europeu acusa a CIA pela sua utilização de bases aéreas e ilhas prisionais em territórios de países europeus. Tais operações do serviço secreto americano servem para transporte e detenção ilegal de pessoas. De fato o 11 de setembro acabou impondo, segundo Kagan "mudanças necessárias" no cenário político entre as nações. By Ton.

Divulgue o seu blog!