20061103

Essência para a realidade é a liberdade

De acordo com a editora chefe do jornal Kosmos, Nancy Roof, cerca de 50% das notícias divulgadas pela mídia mundial são geradas por relações públicas de algum órgão estatal, não governamental ou mesmo por alguma entidade social que detém o poder da informação. A liberdade na cobertura da notícia não é respeitada em muitas partes do mundo. Os meios de comunicação copiam o que o mercado capitalista apresenta como essência de notícia, lembrando que existe uma polarização política concentrada que acaba por produzir um declínio ao serviço público da informação. Para se ter idéia da realidade o Instituto Mikhail Gorbachev apresenta a seguinte colocação; "os meios livres, os meios morais, e os meios independentes de comunicação podem conduzir à criação de novos partidos políticos, reativar a presença da sociedade nas ruas e nivelar a realização de idéias inovativas". Os grandes meios de mídia não estão na era da realidade global e sim agindo por meios motivadores de valores uno do poder central de interesses específicos, citando como exemplo o governo Bush que manipula 75% do seu povo com notícias tendenciosas e acusadoras sobre qualquer ato da al-Qaeda. Hoje o mundo necessita de uma mídia livre dos poderes do capital e do clero político do leste e do oeste. As pessoas anseiam meios de comunicação independentes. Felizmente o século XXI concede ao mundo novas oportunidades de notícias via meios virtuais, como a Internet e os Satélites Digitais para recepção e transmissão de sinais de Rádios e TVs. Segundo pesquisadores da GlobalScan, um estudo realizado durante doze meses em todo mundo constatou que o acesso as mídias alternativas de informação cresceu na seguinte escala de valor: (Internet) 12% a 19% nos Estados Unidos; 9% a 13% na Europa; 10% a 21% no Brasil e 14% a 27% na China. Apesar do avanço da Net a televisão ainda é a fonte a mais importante da notícia (56%), jornais (21%), Internet (9%) e rádio (9%). Fonte: Kosmos journal. http://www.kosmosjournal.org/ . Texto: Clayton Fernandes.

Divulgue o seu blog!