20070329

Conserva sionismo (SIM), Preserva sionismo (NÃO)

Conforme relatado pelo Mixideias e também pela Agência EFE " 27 de fevereiro de 2007 - Os atores Victor Fasano, Juca de Oliveira e Christiane Torloni pediram a união de forças em escala internacional para defender a floresta amazônica"; após toda repercussão do assunto em voga o Mixideias abre aqui o seu espaço para contraposição de idéias de nobres idealistas e nacionalistas como é o caso do amigo e expedicionista Paulo Celso Villas-Bôas, ao qual abre uma carta em atenção aos nobres atores e a sociedade brasileira. Um minuto de sua atenção para o acompanhamento da carta a seguir:

"Prezados artistas brasileiros, quero algum tempo dos senhores, pois suas iniciativas são bem louváveis, pois existe uma preocupação pela devastação da floresta amazônica, como da mesma forma em que abraçaram a causa da floresta em nome do preserva sionismo, precisamos que todos os artistas, intelectuais, políticos, imprensa e toda sociedade civil organizada alertassem sobre o conserva sionismo e não o preserva sionismo de nossa floresta amazônica. .......

........ .............. ...

Temos sim que conservar nossas florestas, temos sim que fazermos políticas mais responsáveis, temos sim que esclarecer ao homem que só teremos um futuro melhor respeitando as Leis ambientais, temos que incentivar o homem que depende da floresta para uma Lei onde possamos colocá-los em associações ou cooperativismo e fazermos à exploração de uma forma correta. Engessando a floresta amazônica, com certeza aumentamos os números de miseráveis, maior numero de analfabetos, maior violência na cidade e no campo. Hoje vive na Amazônia Legal mais de 25 milhões de amazônidas. Os senhores querem parte deste povo migrando para vossos Estados? Se os silvícolas maus servidos pelo poder público tirado de seu habitat migrando para periferias das cidades estão morrendo de fome, que dirá com parte desta população amazônidas engessada? Senhores atores: Victor Fasano, Juca de Oliveira e Christiane Torloni, o Brasil precisa de sua ajuda, nós da Expedição VILLAS-BÔAS precisamos de sua ajuda para conservar toda esta floresta, sem radicalismo, sem a união dominadora das forças internacionais (é o que eles querem) para defender a Amazônia. Temos sim a solução, Nas nossas universidades são formados milhares de jovens em engenharia florestais, agrônomos, antropólogos, sociólogos, e outras formações de grande valor para a nossa sociedade, temos centros de pesquisas reconhecidas mundialmente que estão sim preocupados com a devastação criminosa de nossas florestas. Queremos sim a soberania nacional sem interferência de outros para dizer para nós o que somos.Vamos sim demarcar cada cm² de nossas terras: Vamos demarcar o que são reservas florestais, todas as reservas indígenas. Vamos lutar por uma demarcação macro - ecológica em cada Estado brasileiro, pois assim também demarcaremos os limites de toda produção agrícola e silvo pastoril que temos a necessidade de saciar nossa fome e a do resto do mundo, gerando emprego e renda a milhares de brasileiros que não querem cestas básicas, querem sim emprego, querem sim bater no peito com carteira registrada e gritar sou sim um cidadão. Como diz o ator Victor Fasano vamos acordar esta sociedade adormecida, vamos chamá-los para uma responsabilidade social, não havendo mais estas violências que tanto repudiamos. Sem uma interferência internacional invasora e interesseira. Não aos propósitos deles. Vamos lançar uma campanha que eles reflorestem seus países, não entrando nesta contabilidade pinho, eucalipto ou outra de ciclo rápido, para depois eles quererem ditar normas na nossa nação. Não a um governo paralelo. Temos sim soberania. E isto é que pedimos: Respeito. Quantas florestas amazônicas o mundo desmatou? Não ao Engessamento Amazônico. Não a internacionalização como eles querem.Consciência já. Eles precisam de nossa floresta. Nós precisamos de nossa floresta. Não ao desmatamento criminoso. Não a impunidade. Artistas e sociedade civil organizada, nós precisamos de sua solidariedade. Expedição VILLAS-BÔAS pelo Brasil, propõe em seu projeto a conscientização do nosso povo na preservação da floresta – nascentes – cooperativismo – identidade brasileira ai inserido o povo amazônida e projetos sociais. Portanto queremos suas ajudas. Queremos somar forças para somar 200.000 adesões em favor de uma ação consciente, esclarecida e soberana aos 157.070.163 adeptos (numero da última estática do povo brasileiro pelo IBGE). Se a arte “cria a consciência ainda não criada da raça humana” de ninguém mais do que dos artistas espera-se uma visão ampla e clara dos diversos interesses envolvidos, uma visão norteadora e não apenas seguidora, e ainda ações revolucionárias decorrentes dos ideais de um mundo melhor. A Expedição Villas Boas está aberta ao debate. Está firmada em propósitos de ações práticas e possíveis e em defesa da soberania e do patrimônio brasileiro. Inclusive e principalmente do seu patrimônio humano. Porque antes das árvores – mas também elas – é urgente cuidar da população amazônida. Cuidar das árvores e das pessoas conjuntamente". VILLAS-BÔAS Paulo Celso.

O Mixideias está disposto a colaborar com essa ação de cidadania e abre seus canais de comunicação para a formatação e divulgação de informações e serviços de responsabilidade social via comunicação social cidadã, somos parcerios da Rádio Nova Mensagem (www.novamensagem.com.br) e para tanto, a voz da sociedade pode alcançar todas as esferas do sistema de uma nação, seja você também apoiador de causas sócio-ambientais, divulgando ações aqui junto ao Mixideias e a Rádio Nova Mensagem. By. Ton.

Divulgue o seu blog!