20070302

Que país é esse?

Que país é esse? Boa pergunta formulada por Renato Russo (compositor, poeta e cantor) em uma de suas canções de protesto. Sinceramente - não sabemos! Será que a pergunta não foi formulada aos “pais” e por erro proposital, o líder da banda “Legião Urbana” colocou a palavra com um acento, ficando “país” e gerando controvérsias. Alguém vai questionar que a frase estaria errada escrita na forma: Que pais é esse? Sabe-se que a arte sobrepõe-se à forma, ficando o artista, livre para criticar a atual falta de educação nos lares, e o apoio governamental à causa da educação. A ausência de pais educadores é algo inédito e os valores éticos de alguns grupos, estão corrompidos pela frase “toma lá dá cá”. Entende-se que na moderna sociedade, casais heterossexuais e homossexuais comungam os novos papéis de educadores e o “Estado” (em qualquer continente) tem o dever de apoiar tal função.
Por onde começa a educação? Percebe-se que nos mamíferos, a educação começa no aleitamento e no aconchego materno. No Reino Animalia, a Classe Mamalia (mamíferos) é um observatório dos caminhos e descaminhos da educação das espécies. A educação da espécie Homo sapiens é um caso complexo para análise. No contexto aparece uma palavra brutal: matar - causar a morte; destruir; extinguir - tão presente no dia a dia da maioria das espécies vivas do planeta Terra e facilmente explicada pela Evolução das Espécies ou forma de sobrevivência das mesmas. O Ser Humano passou por tais evoluções e no caminho ao atual estágio de desenvolvimento tecnológico e moral, conservou os instintos irracionais primários de outras espécies menos desenvolvidas intelectualmente (será verdade?), e a palavra matar, continuou usual e diária - ainda faz parte do vocabulário de todos os povos que vestem o título de civilização. Matar é necessário? Onde está o homem civilizado?
As formas de comunicação do Ser Humano civilizado mostram barbaridades cometidas por ele, em nome da lei, do fora-da-lei e daquele, que por algum motivo pessoal ou impessoal, mata ou extingue outro Ser Humano. Qual é o motivo? Existe motivo? Por onde começa a educação? Que país é esse? Que pais são esses?
Os pais de uma nação são seus dirigentes ou não? O filho de qualquer mamífero vê no pai ou na mãe o exemplo de sobrevivência. Como educar um mamífero em uma ambiente, onde os pais ou país, não propiciam valores éticos para o verdadeiro desenvolvimento moral dos filhos ou filhotes? Alguns péssimos exemplos: os EUA exterminaram e ainda exterminam no Iraque. São milhares de pais, mães e filhos dos mesmos Seres Humanos civilizados, mortos em nome da sobrevivência do petróleo. Vários países europeus trataram e ainda tratam outros Seres Humanos como mercadorias e sub raças, e disseminaram e disseminam nos guetos das antigas colônias e sede do império, a competição sem escrúpulo, deseducando as novas gerações dos próximos 300 anos. Talvez o espelho de “Narciso” seja a causa da violência! Será?
A violência é um conjunto de fatores, multiplicados por milhares de condições propícias ao crescimento e não solução. Alguns falam na construção de presídios, pena de morte, pena perpétua e outras medidas de impacto para a apaziguar os ânimos da sociedade dita moderna. E depois do dia “D”? Como serão as novas formas de correção?
Olhar os próprios pés ou mesmo, o próprio rabo (somos mamíferos e alguns possuem rabo) é o começo da mudança tão almejada por esta sociedade hipócrita, vestida de preconceitos e injusta, que acha que o atual modelo de civilização é o ideal.
Fonte: Lailton Araújo

Divulgue o seu blog!