20070813

Responsabilidade Socioambiental

A Rádio Nova Mensagem via satélite e on line (www.novamensagem.com.br) em parceria com o Mixideias traz em primeira mão, ao seu público, a proposta de Responsabilidade Socioambiental.
O combinado de eficiência e competitividade econômica, conservação ambiental e eqüidade social deve contemplar a integração, a redução das desigualdades e a desconcentração das atividades econômicas no Brasil, contribuindo assim, para a implantação do desenvolvimento sustentável* com a conservação dos ativos ambientais e a inclusão social. Já na década de 1970, a Conferência de Estocolmo (Suécia, Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, 1972) – o “espírito de compromisso de Estocolmo” ficou marcada com a celebre frase; do professor Mostafa K. Tolba, chefe da Delegação do Egito; “... que inspire nos homens o desejo de viver em harmonia uns com os outros e com o seu Meio Ambiente”. A partir daí foi instaurado junto a ONU – Organização das Nações Unidas, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA/UNEP) – que visa “prover liderança e encorajar parcerias no cuidado com o ambiente, inspirando, informando e capacitando nações e povos a aumentar sua capacidade de vida sem comprometer a das futuras gerações” (ONU-Brasil).
Carta Mundial da Natureza: Princípios Gerais
· A viabilidade genética da Terra não deve ser comprometida; os níveis populacionais de todas as formas de vida, silvestres e domesticadas, devem ser ao menos suficiente para a sua sobrevivência e, com essa finalidade, os habitats necessários devem ser projetados.
· Todas as área do planeta, tanto terrestres quanto marítimas, devem estar sujeitas a esses princípios de conservação; uma proteção especial deve ser dada as áreas singulares, a amostras representativas de todos os diferentes tipos de ecossistema e ao habitat de espécies raras e ameaçadas de extinção.
· Os ecossistemas e organismos, assim como os recursos terrestres, marinhos e atmosféricos usados pelo homem, devem ser manejados de forma a alcançar e manter uma produtividade sustentável e em condições favoráveis, desde que não comprometam a integridade dos outros ecossistemas ou espécies com os quais coexistem. A natureza deve ser protegida da degradação causada por guerras e outras atividades hostis.
Fonte: ONU, Resolução n. 37/7, de 28.10.1986.
Segundo o texto da Carta acima citada, há o referendo a CONSERVAÇÃO da Natureza e não ao preservacionismo, cita-se ainda nesta Carta o termo Proteção do ecossistema. No entanto, a Nova Mensagem busca focar suas atividades de comunicação socioambiental junto aos princípios da CARTA MUNDIAL DA NATUREZA, ao qual, suas políticas de atuação para com o Meio Ambiente nacional visa garantir acesso à agricultura, água, energia, reciclagem e desenvolvimento sustentável, tendo como ferramenta a aplicação da Agenda 21.
Agenda 21 um grande guia para a promoção de ações que estimulem a integração entre crescimento econômico, a justiça social e a proteção ao meio ambiente. Sua principal estratégia é propor soluções e alternativas em favor do desenvolvimento sustentável e deve ser compreendida como um instrumento que conjuga participação e transformação social. A Rádio Nova Mensagem apresenta a Agenda 21 Global e do Brasil como baliza em suas intenções de se caminhar para a realização de programas e projetos em prol do Meio Ambiente.
Além da Agenda 21, a Nova Mensagem apoia a criação de selos de certificação com normatização ISO 260000 – Norma de desempenho que enfatiza resultados e permite assim integração de responsabilidade socioambiental nas organizações privadas, públicas e não governamentais.
Desenvolvimento Sustentável* = Aquele que atende as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atenderem as suas. Fontes: ONU (http://www.onu-brasil.org.br/) /
Ministério do Meio Ambiente (http://www.mma.gov.br/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=18) / Texto By Ton.

Divulgue o seu blog!