20071130

Villa-Lobos no clima do Jazz canadense

SÃO PAULO - A cantora e pianista canadense de jazz, Diana Krall, e sua banda Clayton-Hamilton Jazz Orchestra é a principal atração do Telefônica Open Jazz, espécie de festival que reúne também outros grandes nomes da música nacional em São Paulo: "Estou nervosa. Minha banda nunca tocou no Brasil. Estão todos muito animados. Mas cantar em um país que sempre me inspirou tanto e cuja música é uma das melhores do mundo é sempre assustador. Ainda mais para uma platéia enorme como a esperada." Diana é a diva do jazz, porque derrete os corações até dos mais puristas. Além de provar porque já foi indicada para o Grammy de melhor performance vocal jazz, já ficou mais de 70 semanas entre os mais vendidos da parada da Billboard com seu disco All for You - Dedication to Nat King Cole Trio, de 1996. Para completar, ela foi eleita a melhor cantora de jazz em 2007 pela revista DownBeat, espécie de Bíblia do Jazz. Ms. Krall não inventou, nem reinventou, o jazz. Mas conseguiu, com sua personalidade solar, distante da que é associada às grandes divas, atrair um público jovem, cujo paladar mais afeito às melodias, digamos, mais fast-foods, torciam o nariz para as grandes composições do gênero. Não por acaso, já vendeu mais de 14 milhões de discos pelo mundo. Portanto, para estreiar o ritmo Jazz e Blues, o Sistema Nova Mensagem de Comunicação irá aproveitar a passagem de Diana Krall pelo Brasil para lançar a sua nova Rádio de Jazz e Blues no site www.novamensagem.com.br , que em breve estará no ar 24hs, no momento, em fase de testes e aprimoramentos técnicos, mas dentre alguns dias os amantes do bom Jazz poderão ouvir sem custo aos programas e eventos musicais dos mestres mundiais do improviso. Fonte: Estadão. Foto: Idário Café/AE. Edição de Texto by Clayton Fernandes.

Divulgue o seu blog!