20080416

Cacciola deve retornar ao Brasil

O secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior, disse em entrevista a Agência Estado que é preciso ter cautela sobre a concordância da Justiça de Mônaco em extraditar o ex-banqueiro Salvatore Cacciola, preso no principado desde setembro de 2007. A decisão final caberá ao príncipe Albert II, que deve homologar o parecer do Tribunal de Apelações de Mônaco. Embora o Brasil não tenha um tratado de extradição automática com Mônaco, um "acordo de reciprocidade" foi firmado entre autoridades dos dois países para viabilizar a transferência. "A decisão demonstra que o nosso pedido de extradição estava tecnicamente correto, como sempre afirmamos", disse o secretário. "Continuamos com serenidade esperando a decisão soberana do príncipe." Fonte: AE. By Ton.

Divulgue o seu blog!