20100316

Brasil exporta água em demasia!

O pesquisador do King’s College de Londres, John Anthony Allan é pioneiro em conceitos chave para a compreensão e a divulgação das questões referentes ao consumo da água e à sua conexão com as mudanças climáticas, agricultura, política e a economia mundial.

John Anthony Allan afirma que “A forma como usamos a terra e os recursos hídricos no passado negligenciava os impactos ambientais impostos pela agricultura intensiva. Esses custos não se refletem nos preços das commodities alimentícias vendidas e compradas internacionalmente, e nem mesmo nos preços dos alimentos no mercado interno. O Brasil não deveria correr para satisfazer a demanda global por sua água, colocando commodities no mercado mundial a preços que impossibilitem que o ambiente das terras e dos recursos hídricos do Brasil seja usado de modo sustentável”.
Conhecido no mundo inteiro por ter criado o conceito de água virtual (Veja detalhes do conceito água virtual do professor Allan, registrado especificamente na página 22 da Revista Impressa IHU em, http://www.ihuonline.unisinos.br/impressa/), na matéria especial o pesquisador Allan identifica que as grandes economias de água podem ser feitas no setor agrícola, onde os volumes de água usados são vastos. “Os agricultores tomam conta de toda a água verde. Junto com os engenheiros, eles tomam conta de toda a água azul usada na agricultura irrigada. Junto, isto representa 80% da água usada no mundo inteiro. Os agricultores detêm a chave para a segurança da água - especialmente no Brasil”, conclui de forma alarmante o professor inglês. By Ton.

Divulgue o seu blog!