20100622

Kaká defende sua fé com "unhas e dentes"!

Os bastidores da seleção brasileira na Copa do Mundo da África 2010; - O jogador Kaká afirma perseguição por parte de jornalista e desabafa em coletiva de imprensa, dizendo que "o que me deixa triste é que o problema dele comigo não é profissional, mas porque ele não aceita minha religião. Porque eu sou uma pessoa que segue Jesus Cristo".

O caso de perseguição mencionado pelo craque camisa 10 da seleção é referente as críticas de Juca Kfouri em relação ao seu estado de saúde, que na visão de Kaká está mais relacionado a preconceito religioso.

Em sua coluna na "Folha de S. Paulo", o jornalista Juca Kfouri disse que; "Kaká desmentirá, assim como o médico da seleção brasileira. Mas o fato é que ele está sofrendo para jogar esta Copa do Mundo e pode, como Guga, até encerrar sua bela trajetória no futebol muito mais rapidamente do que gostaria. O mesmo problema que o maior tenista brasileiro de todos os tempos enfrentou no quadril Kaká enfrenta no púbis, segundo confidências de médico para médico que chegaram ao conhecimento da coluna horas antes de o Brasil enfrentar a Costa do Marfim."

Kaká afirmou na coletiva que há algum tempo os canhões de Juca Kfouri são disparados contra ele. "A artilharia do Juca Kfouri está voltada contra mim. Eu queria aproveitar a oportunidde para responder às críticas que ele vem fazendo, e o que me deixa triste é que o problema dele comigo não é profissional, mas porque ele não aceita minha religião. Porque eu sou uma pessoa que segue Jesus Cristo. Eu o respeito como ateu, e gostaria que ele me respeitasse como [seguidor de] Jesus Cristo, como alguém que professa a fé em Jesus Cristo. Não só a mim, mas a todos os milhões de brasileiros que acreditam em Jesus Cristo.”

No entanto, em relação a questão de ser operado após a Copa, o seu problema no púbis (que não foi ósseo, mas muscular) tergiversou: "Muitos médicos não recomendam. Vamos ver isso depois." concluiu Kaká! Fonte: Marilia Ruiz By Ton.

Divulgue o seu blog!