20120117

Estuprados pela Mídia

Quais serão os limites da mídia, exemplificando o caso do BBB (Big Brother Brasil), da TV Globo após um suposto estupro em cadeia nacional?

Como será interpretada pelas autoridades públicas brasileiras e pelos telespectadores a omissão da Globo diante do caso?

A emissora, de forma tirânica e desleal, seguiu com o espetáculo, reduzindo o episódio, através de seu fiel porta-voz, Pedro Bial, a “muito amor”.

Através de uma edição impregnada de machismo e, por que não, de moralismos arcaicos, deixou Monique à mercê da situação e sequer prestou contas ao público.

Como uma concessão pública, que serviços à comunidade são prestados por essa emissora de TV? Qual a responsabilidade social da Rede Globo com seus telespectadores? Ou ainda a pergunta que nos atormenta a cada dia: o que tem sido e para quê tem servido a grande mídia no Brasil?

Nesse sentido, a pressão e as críticas dos brasileiros e telespectadores é cada vez mais fundamental na mobilização de forças não somente para a solução desse caso, mas também na construção de uma nova mídia. Imagem do filme: O último Tango em Paris, com Marlon Brando. Trecho de texto de Ana Flávia Ramos, By Ton.

Divulgue o seu blog!